Uma forte explosão em frente à esquadra da polícia do distrito de Rosengard, em Malmö, Suécia, foi sentida ao longo de vários quilómetros. Segundo os meios de comunicação locais, a explosão terá sido causada por uma granada de mão, informação que ainda não foi confirmada pela polícia. 

De acordo com o Expressen, dois homens foram detidos, suspeitos de destruição. A fachada da esquadra sofreu graves danos, mas não há feridos.

"O local está isolado e a equipa de inativação de explosivos está a caminho do local. O fluxo de informações é um pouco caótico neste momento, mas não há feridos", revelou a porta-voz da polícia local, Anna Goransson.

De acordo com testemunhas, a explosão, que aconteceu cerca das 21:00 (hora local), teve grande impacto nos edifícios adjacentes e foi sentida a vários quilómetros do local.

A explosão provocou ainda danos nos carros estacionados perto da esquadra. A área foi isolada pelas autoridades e os bombeiros chamados ao local.

No Twitter, a polícia mostra-se revoltada com "outra explosão contra a polícia".

"Os ataques contra a polícia e contra a polícia, devem parar! É um problema social que aqueles que devem proteger e levar à justiça sejam atacados".