Pelo menos duas pessoas morreram, sete ficaram feridas e dezenas de edifícios sofreram danos na ilha indonésia de Java na sequência de um sismo de magnitude 6,5, informaram fontes oficiais.

Uma informação preliminar dava conta de um morto causado pelo sismo.

O sismo ocorreu pelas 23:47 de sexta-feira (16:47 em Lisboa) e teve o seu hipocentro a 91 quilómetros de profundidade no subdistrito de Cipatujah, situado na costa sul da província de Java Ocidental, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos.

A agência de Meteorologia, Climatologia e Geofísica da Indonésia (BMKG, em indonésio), estimou a magnitude do sismo em 6,9 e emitiu na madrugada de hoje um alerta de tsunami nas províncias de Java Ocidental, Java Central e Yogyakarta, o qual viria a cancelar mais tarde.

Uma pessoa morreu e outras seis ficaram feridas em Java Ocidental, enquanto outra vítima mortal e outro ferido foram registados na província de Java Central, disse o diretor da Agência Nacional de Mitigação de Desastres, Sutopo Purwo Nugroho, em comunicado.

Em ambas as províncias, 43 edifícios ruíram e 65 sofreram danos moderados por causa do sismo, que também afetou ligeiramente a província de Yogyakarta, segundo Nugroho.

A Indonésia está localizada no chamado "Anel do Fogo do Pacífico" e tem terramotos e erupções vulcânicas com alguma frequência.