Uma pessoa morreu e outras 20 continuam desaparecidas após o desmoronamento de uma mina na Birmânia quando procuravam jade, na mesma zona onde no mês passado uma avalancha similar causou 114 mortos e deixou soterradas dezenas de cabanas.

O incidente ocorreu na segunda-feira na mina de Tun Tauk Zabu, na área de Hpakant, cidade do estado de Kachin (nordeste) situada a cerca de 650 quilómetros a norte de Naypyidaw, a capital do país.

As equipas de resgate têm dificuldades em localizar os desaparecidos por temerem novos deslizamentos de terra na montanha de escombros.

O acidente do passado 21 de novembro também ocorreu na zona de Hpakant, quando um deslizamento de terra de pelo menos 80 metros caiu sobre cerca de 70 cabanas onde viviam os trabalhadores da mina de jade.