A Liga Árabe reúne-se extraordinariamente na terça-feira para discutir um pedido da Líbia para os países árabes tomarem medidas contra o grupo Estado Islâmico na cidade líbia de Sirte, disse hoje fonte diplomática.

O Governo líbio, reconhecido internacionalmente com sede no leste do país, pediu hoje a reunião, exortando os países árabes a "adotarem medidas para enfrentar" o grupo extremista.

No mesmo dia, mas mais tarde, as autoridades líbias emitiram uma declaração apelando a ataques aéreos árabes contra os extremistas, mas não ficou claro, segundo a AFP, se é um pedido formal à Liga Árabe ou se esta irá discutir esta ação.

Pelo menos 413 pessoas de 19 nacionalidades diferentes foram detidas por forças de segurança sauditas nos últimos 60 dias, por suspeitas de pertencerem ao grupo extremista Estado Islâmico (EI), informou hoje a imprensa local.

As detenções ocorreram nos últimos 60 dias, período durante o qual as autoridades apreenderam também armas e documentos que alegadamente provam a ligação dos detidos àquele movimento extremista.

Fontes da segurança explicaram a jornais sauditas que os suspeitos foram detidos em diversas zonas do país sem resistência às autoridades.