Os Estados Unidos e o Reino Unido lançaram, esta segunda-feira, um raro alerta conjunto demonstrando preocupação com a "atividade cibernética maliciosa" do Estado russo, que visa as administrações e infraestruturas.

“Os alvos desta ciberatividade maliciosa são, principalmente, os governos e organizações do setor privado, os fornecedores de infraestruturas cruciais e os fornecedores de serviços de Internet”, refere o comunicado conjunto.

O documento foi assinado pelo Centro Nacional de Segurança Cibernética britânico e pelo Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos e pelo FBI.