O acidente de comboios perto de Munique, a 9 de fevereiro, foi causado por um erro humano, avança a BBC, que cita fonte da procuradoria.

O acidente em que dois comboios chocaram de frente vitimou onze pessoas e deixou dezenas feridas, algumas em estado crítico.

No dia a seguir ao acidente, a polícia da Baviera desmentiu a teoria de que o sistema de alarme, que automaticamente avisa quando circulam dois comboios na mesma linha, tinha sido desligado e trocado para o controlo manual, de modo a que uma das composições cumprisse o horário.

Segundo um porta-voz da polícia, citado pela BBC, a teoria de erro humano era “pura especulação”, pelo que “rejeitavam” a informação baseada em fontes que foi posta a circular.