Pelo menos três pessoas morreram nas Filipinas e milhões ficaram sem eletricidade por causa da passagem do tufão Melor, revelaram as autoridades do país.

Uma das vítimas morreu de hipotermia enquanto outras duas afogaram-se perto da localidade de pescadores de Catarman, no norte da ilha de Samar, disse à rádio DZMM Jonathan Baldo, um responsável municipal local.

Segundo o Governo, a tempestade provocou apagões em pelo menos sete províncias.

O Melor atingiu na manhã de segunda-feira o norte de Samar, ilha agrícola onde vivem 1,5 milhões de pessoas, acompanhado de ventos de 185 quilómetros por hora, segundo os serviços meteorológicos nacionais, atravessando de seguida a península de Bicol e a ilha de Burias (centro), antes de afetar na manhã de hoje as ilhas de Romblon.

Na manhã desta terça-feira, o tufão tinha diminuído a intensidade para 170 quilómetros por hora.

Entretanto, outra tempestade estava a ganhar intensidade no leste de Mindanao, principal ilha do sul das Filipinas.