Três homens foram detidos e acusados de conspirar para bombardear uma mesquita e um complexo de apartamentos ocupados por imigrantes somalis no Kansas, Estados Unidos, segundo o Departamento de Justiça norte-americano.

Curtis Allen e Gavin Wright, ambos de 49 anos, e Patrick Eugene Stein, de 47, os três oriundos do Kansas, já compareceram perante um tribunal federal para responder à acusação de conspiração para utilizar uma arma de destruição massiva (explosivos), indicou o Departamento de Justiça em comunicado.

De acordo com a denúncia, estes três acusados conspiraram para levar a cabo um ataque à bomba contra um complexo de apartamentos ocupados por homens, mulheres e crianças na comunidade de Garden City, Kansas”, disse o procurador John P. Carlin, acrescentando que "a proteção da nossa nação deste tipo de ataques, quer sejam ligados ao terrorismo nacional ou internacional, é a nossa mais elevada prioridade".

As acusações foram apresentadas após oito meses de investigações do FBI, que informou que os acusados estavam "profundamente imersos numa cultura oculta de ódio e violência".

A acusação alega que desde fevereiro que o FBI investiga as atividades dos suspeitos, incluindo os seus planos para levar a cabo um ataque violento contra os muçulmanos do sudoeste do Kansas.

Os acusados eram membros de um grupo que se refere a si mesmo como "Os Cruzados".