Várias centenas de túmulos foram este domingo profanados no cemitério judeu de Sarre-Union, Leste de França, anunciou o ministro da Administração Interna francês, Bernard Cazeneuve, que condenou «com grande firmeza» este «ato odioso».

«A República não vai tolerar este novo ataque que atinge os valores partilhados por todos os franceses», declarou Cazeneuve, sem adiantar pormenores sobre o ataque de profanação.