O grupo de ativistas Femen protagonizou esta sexta-feira um protesto na Praça de São pedro, no Vaticano.
Com o modus operandi do costume, várias mulheres despiram-se da cintura para cima para mostrar as mensagens escritas na pele.

As mulheres protestavam contra o anúncio da ida do Papa ao Parlamento Europeu, já que entendem que o «Papa não é um político» e que a sua presença vai contra os princípios seculares da União Europeia.

As mulheres foram detidas pela polícia.

Esta não foi a primeira vez que as mulheres se despediram naquela praça. Em janeiro saíram em defesa dos homossexuais e contestando as posições da Igreja.