Pelo menos 17 pessoas morreram na Birmânia e mais de 360 foram retiradas das suas casas por causa de um deslizamento de terras que, na segunda-feira, soterrou vários edifícios na povoação de Hpa-saung, no leste do país.

As equipas de emergência no terreno divulgaram informações sobre as vítimas mortais confirmadas até agora, mas não há ainda informações sobre eventuais desaparecidos ou feridos.

As vítimas são 10 homens e sete mulheres.

O deslizamento de terras ocorreu na segunda-feira à tarde, provocado por chuvas intensas no estado de Kayah, na fronteira com a Tailândia, segundo noticia o jornal birmanês Global New Light of Myanmar.