A ONU pediu ao Governo venezuelano a libertação imediata do autarca da oposição Daniel Ceballos, condenado a 12 meses de prisão, em março, por não desmantelar barricadas de manifestantes que protestavam contra o Presidente Nicolás Maduro.

O documento foi publicado no site da Organização das Nações Unidas (ONU) pelo Grupo de Trabalho sobre Detenções Arbitrárias e faz parte de um relatório qu e será apresentado ao Conselho de Direitos Humanos do mesmo órgão.

«Face ao exposto, a detenção de Daniel Omar Ceballos Morales constitui uma detenção arbitrária (...) pelo que se recomenda ao Governo da República Bolivariana da Venezuela que o liberte de imediato e repare integralmente os danos causados pela sua detenção», lê-se no texto.