As autoridades sanitárias de Porto Rico confirmaram hoje o primeiro caso de microcefalia do feto numa mulher infetada com Zika.

O Centro de Controlo e Prevenção norte-americano realizou testes de laboratório que confirmaram o diagnóstico do Ministério da Saúde de Porto Rico.

Este caso entristece-nos e preocupa-nos porque destaca o risco de deteção de novos casos”

Em comunicado, a secretária da Saúde de Porto Rico, Ana Rius, referiu que o caso de microcefalia foi diagnosticado numa ecografia, acrescentando que o feto sofria de uma "microcefalia severa com calcificação no cérebro onde o vírus Zika estava presente".

Em Porto Rico, onde já morreu uma pessoa devido ao vírus, foram registados, até agora, 925 casos de Zika, incluindo 18 em mulheres grávidas.