Confrontos na terça-feira entre estudantes e polícias antimotim no estado mexicano de Michoacán resultaram em mais de uma dezena de feridos.

Alunos da Escola Normal Vasco de Quiroga bloquearam os caminhos-de-ferro perto da instituição de ensino para exigirem a sua contratação como professores no sistema de ensino público quando acabarem o curso, segundo indicou a polícia estatal à agência Efe.

Mais de 200 agentes antimotim foram destacados para a zona e o confronto entre polícias e estudantes durou mais de três horas e estendeu-se a diversas ruas.