A polícia espanhola deteve, nesta quarta-feira, um homem suspeito de ligação ao ataque a um supermercado em Paris a 9 de janeiro de 2015, avança o El País. Antoine Denevi é suspeito de ter fornecido as armas a Amedy Coulibaly, o terrorista responsável pela morte de quatro pessoas durante o sequestro ao supermercado judaico, dias depois do ataque ao jornal francês Charlie Hebdo, onde 12 pessoas morreram.

Antoine Denevi, de 27 anos, foi detido em Rincón de la Victoria, Málaga, pela polícia espanhola. O Ministro do Interior espanhol adianta que o homem foi detido numa operação policial conjunta entre França e Espanha. Sobre Denevi recaía um mandado de captura europeu por tráfico de armas e ligações a organizações criminosas. 

O juiz do Tribunal Nacional, Eloy Velasco, decretou a "prisão incondicional" do suspeito.

Denevi terá negado as acusações que recaem sobre si e o ligam a Amedy Coulibaly, mas aceitou a extradição para França.

As autoridades estão, segundo o jornal espanhol, dispostas a entregar o detido a França desde que não exista nenhuma investigação em curso em Espanha.

Segundo as forças de segurança espanholas, Antoine Denevi terá estado, pelo menos, a 2 de janeiro de 2015, em Espanha para acompanhar a esposa e outros três familiares até ao aeroporto onde apanharam um voo com destino a Istambul.