Um adolescente negro de 16 anos morreu durante uma perseguição pela polícia de Chicago (EUA), depois de agentes terem parado a viatura em que viajava devido à suspeita do seu envolvimento num tiroteio.

A polícia confirmou que uma pessoa morreu na segunda-feira, mas não revelou a identidade da vítima, que foi identificada pelo jornal Chicago Tribune como um afroamericano de 16 anos.

Os agentes intercetaram a viatura em que o jovem seguia na tarde de segunda-feira, ao reconhecer que este teria estado envolvido num tiroteio no passado, mas durante a identificação o jovem escapou e foi iniciada uma perseguição, a pé, que terminou num confronto entre o suspeito e a polícia.

Um agente disparou contra o adolescente, que foi transportado para o hospital, onde morreu.

O agente também não foi identificado, mas a polícia informou que foi afastado das suas funções enquanto o caso é investigado.

A comunidade afroamericana e os corpos de polícia dos Estados Unidos têm vivido em tensão nos últimos anos, após os protestos massivos em todo o país pelas mortes dos negros Michael Brown, em Ferguson (Missouri), Eric Garner, em Nova Iorque, e Freddie Gray, em Baltimore (Maryland).