Um dos suspeitos dos ataques a Paris a 13 de novembro foi filmado, um dia depois, numa bomba de gasolina, ainda em solo francês.
 
As imagens da câmara de vigilância agora divulgadas pela BFMTV mostram Salah Abdeslam, descontraído, de mãos nos bolsos, na zona das bombas e na loja de conveniência.
 
A área de serviço fica já perto da fronteira com a Bélgica. Daí, tudo aponta que Salah Abdeslam e os dois amigos seguiram para o bairro de Molenbeek, em Bruxelas.
 
Os dois homens que acompanhavam Salah Abdeslam nesta viagem já foram detidos, após uma operação montada pela polícia belga, mas Abdeslam continua a monte.