Um incêndio intencional e um posterior motim no interior da prisão da cidade peruana de Chiclayo, a 780 quilómetros de Lima, causaram dois mortos e 49 feridos, dois deles graves, informaram as autoridades.

O diretor do Instituto Nacional Penitenciário indicou à Rádio Programas do Peru que o incêndio aconteceu pelas 02:30 de sábado (08:30 em Lisboa), em consequência de uma disputa entre dois grupos de reclusos.

Um dos presos deitou cola líquida noutro homem, identificado como Frank Sánchez, e pegou-lhe fogo. O homem não resistiu às queimaduras e morreu enquanto era transportado para o hospital Las Mercedes.