O britânico que morreu na quinta-feira em Skopje, na Macedónia, não estava infetado com o vírus do ébola, segundo as análises reveladas este sábado.

«Acabámos de receber os resultados do laboratório na Alemanha e são negativos. O paciente não tinha ébola», disse o representante do Ministério da Saúde da Macedónia, Jovanka Kostovska, em conferência de imprensa.

O mesmo porta-voz acrescentou que também não surgiram sintomas nas 25 pessoas que desde quinta-feira estavam instaladas no hotel com o cidadão britânico, ou em nenhuma das dez pessoas que com ele contactaram na unidade de doenças infeciosas do hospital.

Depois destes resultados, o hospital vai proceder à autópsia do cadáver do cidadão britânico de 58 anos, que deu entrada com vómitos e hemorragia interna, tendo morrido subitamente poucas horas depois.

O homem, cujo nome não foi revelado, chegou à Macedónia a 2 de outubro, proveniente de Londres, e, segundo testemunhos de amigos, não terá viajado previamente para qualquer país afetado com o vírus do ébola.