Mais de mil imigrantes do Bangladesh e da Birmânia chegaram esta segunda-feira à Malásia depois de serem abandonados por traficantes nas águas pouco profundas ao largo da ilha de Langkawi, indicou a polícia.

"Achamos que eram três barcos com 1.018 imigrantes", disse Jamil Ahmed, da polícia de Langkawi, acrescentando que se espera um aumento do número de pessoas, à medida que as autoridades efetuam resgates na ilha.

Também na Indonésia foi hoje resgatado um barco com cerca de 400 imigrantes da Birmânia e Bangladesh.

É o segundo barco com centenas de imigrantes a ser resgatado na costa da Indonésia, um dia depois de quase 600 pessoas terem chegado ao país numa embarcação de madeira, em busca de refúgio, anunciaram fontes oficiais. 

"A nossa equipa de busca e salvamento encontrou outro barco com mais de 400 migrantes, Rohingya do Myanmar [Birmânia] e [cidadãos] do Bangladesh, à deriva ao largo de Aceh, hoje de manhã", disse à AFP o chefe da equipa de salvamento e resgate da província de Aceh.

O responsável disse acreditar que mais barcos vão surgir, com pescadores já arregimentados para patrulharem as águas.