Um hospital foi bombardeado esta quarta-feira na região de Donetsk, no leste da Ucrânia, dominado pelos separatistas pró-russos. Segundo a agência AFP, o ataque fez pelo menos um morto.

O bombardeamento provocou um incêndio no edifício do hospital  Kalininskaya, mas ninguém terá morrido no interior das instalações. A vítima mortal passava em frente ao hospital quando o incidente aconteceu. Uma pessoa terá ficado e ferida e cinco doentes tiveram de ser retirados das instalações.

Até ao momento, não se sabe quem provocou o ataque.

O ataque acontece numa altura em que os líderes da Ucrânia, da Rússia, da Alemanha e da França se reúnem em Minsk, numa tentativa de encontrar um acordo que coloque um ponto final à crise no leste ucraniano. O conflito entre tropas ucranianas e separatistas já provocou mais de cinco mil mortos.