A quantidade de drogas no Canadá que contém fentanyl, um opiáceo sintético que é dezenas de vezes mais potente do que a heroína, aumentou 2.000% nos últimos cinco anos, de acordo com dados divulgados.

A quantidade de fentanyl aumentou entre as drogas apreendidas pelas autoridades canadianas e a presença dessa substância na heroína é especialmente preocupante, de acordo com a radiotelevisão pública do Canadá, CBC.

De acordo com os dados do Ministério da Saúde, em 2012 menos de 1% das amostras de heroína apreendidas e examinadas pelas autoridades continham fentanyl, mas, em 2017, o valor já chegou aos 60%.

Segundo o Ministério da Saúde, 2.816 pessoas morreram em 2016 no país devido ao consumo de opiáceos.

A fentanyl está a ser misturada com a heroína e a cocaína, entre outras drogas, por ser mais barata e mais forte, o que aumenta os efeitos sentidos pelos consumidores.

Na América do Norte, o número de mortes na sequência do consumo de fentanyl tem aumentado nos últimos anos e um dos casos mais conhecidos é o do músico Prince, que morreu em 2016 devido a uma sobredosagem acidental de fentanyl.