Cerca de 2.300 migrantes a bordo de 18 embarcações foram socorridos, este sábado, no decurso da rota em direção a Itália, anunciou a guarda costeira italiana, que coordena as operações nesta zona do Mediterrâneo.

Um navio espanhol envolvido na operação naval europeia Sophia, que tenta impedir o tráfico de pessoas e reprimir os traficantes, um navio militar irlandês e diversas embarcações humanitárias participaram nas operações de socorro iniciadas no início da manhã.

Os migrantes, em que se incluíam mulheres e três crianças, partiram a bordo de 17 barcos pneumáticos e de uma embarcação de pesca.