O líder da oposição trabalhista australiana, Bill Shorten, reconheceu hoje a derrota nas eleições legislativas, oito dias depois da votação, permitindo à coligação conservadora cessante formar novo governo.

“Está claro que o Sr. (Malcom) Turnbull e a sua coligação vão formar um governo”, disse Shorten aos jornalistas, acrescentando que telefonou ao primeiro-ministro cessante para o felicitar.

O primeiro-ministro australiano, Malcolm Turnbull, anunciou entretanto a vitória da sua coligação Liberal-Nacional, nestas eleições realizadas a 0 de julho.

À espera dos resultados oficiais, a coligação alcança 74 lugares no Congresso, com a possibilidade de ganhar outros dois assentos que lhe permitem formam governo sozinho, enquanto trabalha para conseguir alianças que garantam um novo Executivo.

“Ganhámos a eleição, foi o que fizemos”, disse hoje Turnbull durante uma conferência de imprensa em Sydney.