O Spotify acabou de dar uma ajuda a Barack Obama. O presidente dos EUA vai ficar desempregado no momento em que deixar a Casa Branca, a 20 de janeiro, e por isso mesmo as ofertas de trabalho começam a surgir. A mais recente é precisamente do Spotify acabou de fazer.

A vaga foi anunciada pelo presidente do serviço de streming, Daniel EK, que disse procurar um candidato com "pelo menos oito anos de experiência a governar uma nação com alta auto-estima" para o cargo de "Presidente das Listas de Reprodução".

A oferta é bastante específica, uma vez que o Spotify esclarece que procura alguém que tenha "bom espírito de equipa, excelente ética de trabalho, atitude amistosa e acolhedora e que seja prémio Nobel da Paz". 

A empresa esclarece que o escolhido "ficará encarregue de preparar listas de música para ocasiões que vão desde "fazer cestos (basquetebol) com os amigos" até preparar um discurso "sobre legislação de saúde pública que tenha o seu nome (Obamacare)".

A oferta de emprego surge depois de Obama ter afirmado continuar à espera de uma oferta de emprego por parte do Spotify. A revelação foi feita pela mulher do ex-embaixador americano na Suécia, Natalia Brzezinski, depois de um encontro com o ainda presidente dos EUA.

 

Durante dois verões, Obama divulgou as suas listas de música para as férias no Spotify e mostrou ser fã de soul clássico e jazz. Falta agora saber se o presidente vai ou não aceitar o novo cargo.