A Força Aérea Portuguesa (FAP) está a apoiar as tripulações e as aeronaves de apoio humanitário às vítimas do furacão Irma que passam pela Base Aérea da ilha Terceira, nos Açores, indicou este sábado a FAP.

Em comunicado, a Força Aérea adianta que a Base Aérea Nº4 (BA4), na Ilha Terceira, nos Açores, atendendo à sua posição geográfica e estratégica, está a receber, desde sexta-feira, várias aeronaves de transporte e tripulações ligadas ao apoio humanitário às vítimas do furacão Irma.

Segundo a FAP, estas aeronaves, que se dirigem para as zonas devastadas pelo furação, estão envolvidas na assistência logística, alimentar e psicológica às populações afetadas e passam por esta infraestrutura militar para reabastecimento de aeronaves e descanso de tripulações.

A FAP refere que já passaram pela BA4, desde sexta-feira, várias aeronaves de transporte e tripulações ligadas ao apoio humanitário, com destaque para dois C-17, um deles ao serviço da NATO e outro da Royal Air Force (RAF), bem como um Airbus A400M do Reino Unido.

Este movimento de aeronaves de apoio humanitário às vítimas do furacão IRMA está previsto prolongar-se até terça-feira.

Este furacão, o mais poderoso registado no Atlântico, causou pelo menos 18 mortos à passagem pelas Antilhas Menores e Porto Rico, e destruiu a ilha de Barbuda e a parte francesa de Saint-Martin.