O governo catalão marcou o referendo sobre independência para 1 de outubro. O anúncio foi feito pelo presidente da Generalitat da Catalunha, Carles Puigdemont, esta sexta-feira, que anunciou ainda qual a pergunta que será colocada aos catalães: "Quer que a Catalunha seja um Estado independente em forma de república?"

O anúncio foi feito depois de um conselho Executivo extraordinário no Palácio da Generalitat, na sede do governo catalão, junto do vice-presidente do Executivo, o republicano Oriol Junqueras.

Na sua intervenção, Junqueras criticou o governo espanhol por "negar, de forma reiterada, que os cidadãos da Catalunha exerçam o seu direito fundamental de voto". 

Segundo o El Mundo, com este anúncio, o presidente catalão coloca em marcha o referendo unilateral, uma vez que o Governo central recusa qualquer negociação.