O Presidente colombiano, Juan Manuel Santos, anunciou a apreensão de 12 toneladas de cocaína, um recorde histórico no país, primeiro produtor mundial desta droga ilegal, segundo a Organização das Nações Unidas.

“Nunca, desde que começámos há mais de 40 anos a lutar contra o narcotráfico, fizemos uma apreensão com esta dimensão”, declarou o chefe de Estado aos jornalistas.

A apreensão foi feita na região de Urabá, no Departamento de Antioquia, no noroeste do país, e o produtop apreendido pertencia ao grupo Clã do Golfo, a maior organização criminosa do país.

Cerca de 400 homens da Direção Antidroga da Polícia participaram na operação, denominada 'Lurdes', que incluiu um “assalto aéreo” simultâneo em quatro quintas onde se produzem bananas nos municípios de Chigorodó e Carepa.

Nos dois últimos meses, as autoridades conseguiram apreender 20 toneladas de cocaína em Antioquia. A mais recente foi em setembro, quando foram descobertas, numa outra exploração produtora de banana, sete toneladas do estupefaciente.