Um sismo de magnitude 6.5 na escala de Richter abalou, esta terça-feira, uma região montanhosa no oeste da China, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos. 

O epicentro foi a 200 quilómetros da cidade de Guangyuan, na província de Sichuan, zona ocidental do país, com uma profundidade de 10 quilómetros. Segundo a Reuters, aquela zona é regularmente atingida por tremores de terra.

O governo chinês admite que o sismo pode ter causado uma centena de mortos e milhares de feridos, bem como danificado muitas casas.

Num comunicado divulgado no seu site oficial, a comissão nacional responsável pela gestão de catástrofes informou que cerca de 130 mil casas terão ficado danificadas e admitiu a possibilidade de existirem pelo menos uma centena de mortos e milhares de feridos.

O comunicado foi elaborado com base numa análise preliminar do sismo que atingiu uma região montanhosa na fronteira das províncias de Sichuan e Gansu.

Em maio de 2008, um sismo em Sichuan matou quase 70 mil pessoas.