“Os pensionistas, os pobres e os refugiados” têm sido os mais duramente atingidos, disse.