As forças da ONU na República Democrática do Congo revelaram, esta quinta-feira, que preparam uma ofensiva contra os rebeldes ruandeses, uma vez que se encontra bloqueada a possibilidade de uma operação conjunta com Kinshasa.

“Até ao momento, o governo congolês não criou as condições necessárias que nos permitam apoiar de novo as FARDC [forças governamentais] e operar conjuntamente” no leste da República Democrática do Congo, afirmou o chefe da missão de manutenção da paz da ONU na República Democrática do Congo (MONUSCO).


Herve Ladsous disse aos jornalistas, após um encontro à porta fechada dos membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas, que a MONUSCO vai realizar operações unilaterais para expulsar a milícia de etni hutu baseada no leste da República Democrática do Congo, indicando que estão em curso os preparativos para o efeito, mas sem facultar mais detalhes.