O Japão vai voltar a ter energia nuclear. O Governador da província de Kagoshima,  Yuichiro Ito, autorizou esta sexta-feira que volte a ser retomada a produção, na central de Sendai.

Os reatores 1 e 2 da central de Sendai podem, com a aprovação do governador da província, ser colocados em operação.

Esta central será, assim, a primeira a retomar atividade, depois do acidente de Fukushima, em 2011, sendo que, esta sexta-feira, é também notícia que três trabalhadores desta central ficaram feridos, um deles com gravidade, depois da queda de peças de metal sobre eles. 

De acordo com a Tokyo Electric Power (Tepco), operadora da central danificada, os três trabalhadores estavam envolvidos na construção de um tanque de armazenamento de água que é utilizada no arrefecimento dos reatores.

Um dos trabalhadores ficou gravemente ferido e foi transferido de helicóptero para o hospital onde continua em estado critico, o segundo trabalhador partiu uma perna e o terceiro acabou por sair praticamente ileso.

O desastre nuclear na central de Fukushima aconteceu em março de 2011, provocando o derretimento de três dos seus seis reatores, depois do sismo de magnitude 9.0 que assolou a região. Foi o maior acidente nuclear desde Chernobil, em abril de 1986.