O prémio Nobel da Física de 2015 foi atribuído, esta terça-feira, a Takaaki Kajita e Arthur B. McDonald.
 
O japonês e o canadiano foram distinguidos  "pela descoberta das oscilações dos neutrinos, que demonstram que os neutrinos têm massa", permitindo compreender o funcionamento interno da matéria e, dessa forma, conhecer melhor o universo.