Pelo menos 192 pessoas foram dadas como desaparecidas na Guatemala, na sequência da erupção do vulcão de Fogo, no domingo.

Já temos o número e os nomes das pessoas que estão desaparecidas: 192", declarou o diretor da agência de Coordenação e Gestão de Desastres da Guatemala, Sergio Cabañas, na terça-feira à noite.

Os últimos dados apontam para pelo menos 75 mortos, segundo a agência Reuters, mas os bombeiros continuam à procura de pessoas nos escombros.

O vulcão, situado a oeste da Cidade da Guatemala, entrou em erupção no domingo, cobrindo as aldeias circundantes de cinzas incandescentes e lava, dando pouco tempo aos residentes para fugir.

As autoridades indicaram que mais de 3.200 pessoas de povoações na zona foram retiradas das habitações devido à queda das cinzas, que afetam uma área com perto de 1,7 milhões de pessoas.

O Instituto de Sismologia guatemalteco anunciou que o vulcão, de 3.763 metros de altura, já tinha alertado para a hipótese de uma nova erupção.