Esmeralda Labye foi sexualmente assediada por dois homens enquanto fazia uma emissão em direto sob o carnaval de Colónia, na Alemanha.

Nas imagens podem ver-se dois homens a aparecer atrás da jornalista belga e a simularem atos sexuais enquanto esta continua o direto.

"Primeiro, eles estavam apenas a fazer caretas atrás de mim. Mas depois, uma mão pousou no meu peito e fiquei em choque", contou Esmeralda Labye.

Em declarações ao Daily Mail, a jornalista da RTBF afirmou que um dos homens chegou mesmo a sussurrar-lhe ao ouvido "Queres dormir comigo hoje?".

"Um homem sussurrou ao meu ouvido 'Queres dormir comigo hoje?'. E consegui ver nas filmagens que a pessoa atrás de mim simulou uma cena obscena. À minha esquerda, consegui também ver um homem que fez uma asneira para a câmara. Muitas vezes, até. Pensei, logicamente, que não haveria problema, dada a elevada presença policial".

De acordo com a repórter, depois do direto terminar um dos três homens tocou-lhe nos peitos e Esmeralda perdeu a compostura.

"Perdi a compostura. Sabendo que já não estava em direto, virei-me e disse-lhes em inglês: "Fizeste isso duas vezes, não uma. Não me toques, não me toques!" Os três bêbados não pareceram perceber porque eu estava chateada e saíram sem dizer palavra".

Apesar de ter percebido o que estava a acontecer, o repórter de imagem de Esmeralda não conseguiu fazer mais nada até que o direto terminou e só então percebeu o que realmente tinha acontecido.

"O cameraman estava furioso, fez-lhes sinal para que parassem imensas vezes, mas não viu as mãos no meu peito".

Esmeralda vai agora apresentar queixa criminal contra os três indivíduos e, durante uma conferência de imprensa, teve a oportunidade de informar o chefe da polícia - que lhe disse que "nada sério tinha acontecido durante o dia" - que "tem provas em vídeo".

A cidade de Colónia, que foi uma das regiões mais afetadas pela onda de assédios sexuais na noite de Ano Novo, já enviou um pedido de desculpas à jornalista.