O Tribunal Constitucional da Colômbia decidiu na quarta-feira que os casais do mesmo sexo podem adotar crianças nas mesmas circunstâncias que os heterossexuais.

"A orientação sexual ou o género de uma pessoa não são em si mesmas indicativas de uma falta de idoneidade moral, física ou mental para adotar", disse Maria Victoria Calle Correa, presidente do Tribunal Constitucional colombiano, numa conferência de imprensa após o anúncio da decisão judicial.

Atualmente, a adoção por casais homossexuais na Colômbia é apenas permitidas se um dos elementos do casal já for o progenitor da criança. E mesmo esse direito limitado foi estabelecido recentemente, em fevereiro.