As autoridades chinesas informaram hoje que subiu para 103 o número de mortos confirmados no naufrágio, ocorrido na segunda-feira, no rio Amarelo.

O número de desaparecidos desceu agora para 339, mas está já descartada a possibilidade de existirem mais sobreviventes do desastre.

Apenas 14 das 456 pessoas que seguiam a bordo do navio de cruzeiro foram resgatadas com vida após o naufrágio, o pior registado na China em quase 70 anos.