Cerca de 2.380 empresas das imediações de Pequim vão fechar a partir de quarta-feira para tentar eliminar a crónica poluição da cidade durante a cimeira da APEC (Cooperação Económica Ásia-Pacífico), revelou esta terça-feira a imprensa oficial.

A restrição, que estará em vigor até 12 de novembro, abrange também 2.445 estaleiros de obras da província que confina com Pequim, Hebei, onde se concentram algumas das indústrias mais poluentes do norte da China.

«O Céu Azul está pronto para saudar a APEC», proclamou hoje um jornal local em manchete.

Esta segunda-feira já tinha sido anunciadas restrições no trânsito automóvel para diminuir poluição durante o mesmo período.