Por todo o mundo, está a espalhar-se a tendência de colocar os bebés a dormir em caixas de cartão e não é por falta de condições financeiras. Pelo contrário, a ideia está a ajudar a mantê-los em segurança.

A ideia surgiu na Finlândia, onde todas as mulheres grávidas recebem do Governo um kit que inclui uma caixa com roupas, lençóis e brinquedos e a própria caixa é usada como cama nos primeiros meses de vida do bebé.

Muitos acreditam que esse facto ajudou a Finlândia a alcançar uma das mais baixas taxas de mortalidade infantil do mundo.

A tradição remonta aos anos 30 do século passado e a ideia era que todas as crianças tivessem um começo de vida semelhante, independentemente da sua origem social.

A ideia espalhou-se por todo o mundo quando o Governo finlandês ofereceu um destes kits ao príncipe William e à duquesa de Cambridge aquando do nascimento do seu primeiro filho, o príncipe George.

Mais ainda quando três pais abriram uma empresa que vendia para todo o mundo o kit com as famosas caixas e negócios semelhantes abriram um pouco por todo o mundo.

Os pais têm elogiado o método por ajudar a prevenir infeções e reduzir o risco de asfixia.

Na África do Sul, duas empresárias inspiraram-se na ideia e criaram um kit semelhante que vem numa caixa de plástico, usada pelas mães para dar banho ao bebé. 

Num hospital de Londres, as mães que derem à luz nos próximos meses vão receber também um kit do bebé. Nos Estados Unidos e na Austrália, também estão a ser planeados projetos semelhantes.