O portal de notícias norte-americano The Huffington Post elaborou um "manual de sobrevivência para os americanos que se queiram mudar para Portugal. O jornal considera que viver em Portugal é uma "boa ideia", pela comida e pelo vinho, mas deixa dez conselhos para os leitores que estejam a pensar em fazê-lo.

1. Não se mude sem ter um emprego primeiro

O jornal recorda o problema do desemprego em Portugal e na Europa e alerta os leitores norte-americanos para que não se mudem sem ter emprego, referindo que há sempre “cadeias hoteleiras à procura de pessoas qualificadas”.

2. Portugal é muito mais socialista do que os Estados Unidos

O The Huffington Post adianta ainda que, em Portugal, a segurança social está disponível para todos os cidadãos e residentes legais e explica aos americanos que, em caso de ficarem doentes por terras lusas poderão usufruir dos serviços de saúde públicos de forma gratuita.

3. Aprenda a dizer mais do que “obrigado”

Usar o inglês e a linguagem corporal não é suficiente em Portugal, sobretudo por causa das pessoas mais velhas, que “não falam nem uma palavra”, escreve o portal.

4. Tempo não é dinheiro, é tempo

Esta dica alerta para as longas filas de espera, para os compromissos que podem ser desmarcados em cima da hora e para os almoços “rápidos” que podem durar duas horas e meia.

5. A comida é boa

De acordo com o The Huffington Post, o bacalhau “está em todo o lado”, mas os amantes de carne também não ficarão desapontados. Além disso, os Pastéis de Belém são “um pecado que vale a pena cometer”… “uma vez por dia”.

6. Conversas normais podem parecer discussões

Os portugueses falam alto, escreve o jornal, mas os americanos “vão habituar-se a isso”.

7. Nem sempre está sol

O jornal desmistifica ainda a ideia de que em Portugal faz sempre sol, recordando que na Serra da Estrela neva e que entre novembro e março chove muito, sobretudo no norte do país.

8. Frappuccino, Mochaccino e "seja-o-que-for-ccino" são palavras pouco conhecidas

Portugal pode desapontar os americanos no que diz respeito a café. Há poucos cafés da cadeia Starbucks e um expresso “custa menos de um euro e bebe-se em menos de um minuto”.

9. A família vem em primeiro lugar

Os portugueses têm uma relação coesa com a família: pai, mãe, tias, tios, primos, avós. Talvez por isso seja comum ver pessoas com 30 anos que ainda vivem com os pais, sugere o jornal.

10. Agir à maneira portuguesa

Usar transportes públicos, ter cuidado com os taxistas, ter atenção aos seus pertences são outras das dicas do portal.