As ilhas do sul do Japão preparam-se esta segunda-feira para a chegada do tufão Chaba, considerado "muito forte", que deverá atingir o arquipélago esta noite e já obrigou ao cancelamento de mais de 200 voos domésticos.

Pelas 10:45 locais (02:45 em Lisboa), Chaba, o 18º tufão da temporada de 2016 no Pacífico, encontrava-se a cerca de 290 quilómetros a sul de Naha, a capital de Okinawa (sul do arquipélago), de acordo com dados da Agência Meteorológica do Japão (JMA).

A tempestade, classificada como “muito forte”, movia-se à velocidade de 20 quilómetros por hora com ventos de até 252 quilómetros por hora.

Espera-se que Chaba se aproxime das ilhas de Okinawa, onde foram registados ventos fortes e chuvas, e das ilhas da província de Kagoshima durante a noite desta segunda-feira e a manhã de terça-feira.

Cerca de 250 voos domésticos com partida do aeroporto de Naha (Okinawa) foram já cancelados e a potência do tufão levou as autoridades a instarem mais de 200 mil pessoas na zona a manterem-se alerta para facilitar a retirada em caso de necessidade, de acordo com a estação de televisão NHK.

A confirmar-se a rota, Chaba será o sétimo tufão a tocar terra no Japão este ano, o segundo maior número desde 1951, ano em que a agência meteorológica do país asiático iniciou os registos.