O Presidente ucraniano, Petro Poroshenko, sugeriu esta sexta-feira que as aulas de inglês deveriam substituir as de russo para melhorar o padrão de vida do país.

«O inglês deveria tornar-se a segunda língua a ser ensinada nas escolas», defendeu Poroshenko numa visita a Lviv, bastião nacionalista que apoia o líder pró-ocidental, onde os falantes de russo estão em minoria.

«Há uma ligação entre o padrão de vida das pessoas e o seu nível de conhecimento de inglês. Quanto mais ucranianos falarem inglês, melhor será a Ucrânia», sustentou.