A Rússia exigiu, este domingo, aos Estados Unidos que revertam a sua decisão de fechar instalações diplomáticas russas em território norte-americano, sublinhando que, caso contrário, Washington será o único responsável pela deterioração das relações entre os países.

Nós consideramos o que aconteceu como um ato hostil e uma grosseira violação do direito internacional", disse o Ministério dos Negócios Estrangeiros.

A Rússia exigiu, assim, "às autoridades norte-americanas que entreguem imediatamente as propriedades diplomáticas russas", considerando que sem isso "os Estados Unidos assumirão a total responsabilidade pela continua deterioração das relações entre os dois países".

Diplomatas russos deixaram três instalações nos Estados Unidos, este sábado, cumprindo uma ordem dada pelo departamento de Estado, tomada como retaliação quando Moscovo decidiu expulsar 455 funcionários de dependências norte-americanas na Rússia.

A primeira decisão de expulsão da Rússia foi tomada como uma reação ao agravamento das sanções económicas decidido pelo Congreso norte-americano.