O departamento de Estado norte-americano esclareceu hoje que considera ilegítima a eleição da Assembleia Constituinte na Venezuela.

“Consideramos uma eleição ilegítima e estamos do lado da Assembleia Nacional”, afirmou a porta-voz do departamento de Estado, Heather Nauert, numa conferência de imprensa.

Numa audiência no Senado na quarta-feira, o secretário de Estado Adjunto em funções para a América Latina e Caribe, Francisco Palmieri, evitou usar a palavra “ilegítima” para se referir à eleição da Assembleia Constituinte.