As autoridades britânicas estão a investigar o arquivamento de uma queixa contra ex-primeiro-ministro Edward Heath, na década de 1990, por alegados abusos sexuais de crianças. As suspeitas de manipulação da investigação por parte da polícia de Wiltshire foram levantadas por um agente reformado e foram reencaminhadas para a  Independent Police Complaints Commission (IPCC), um organismo independente que regula a atuação da polícia no Reino Unido.

Um porta-voz da IPCC, citado pela imprensa britânica, esclarece que que o objetivo é investigar "alegações quanto à manipulação por parte da polícia de Wiltshire de uma suposta alegação de abuso sexual de crianças na década de 1990".

O mesmo responsável acrescentou: "Alega-se que um processo criminal não foi prosseguido, quando uma pessoa ameaçou expor que Sir Edward Heath podia estar envolvido em crimes relacionados com crianças”.

"Além dessa alegação, a IPCC vai examinar se a polícia de Wiltshire, posteriormente, não tomou quaisquer medidas para investigar essas alegações", disse ainda o porta-voz citado pelo jornal The Independent.

 
Edward Heath foi primeiro-ministro entre 1970 e 1974 e tinha uma casa no condado de Wiltshire. Morreu em 2005, aos 89 anos.