A Hungria intercetou 4.491 imigrantes durante o fim de semana passado quando tentavam passar ilegalmente a fronteira para as províncias do sul do país, informou esta segunda-feira a polícia.

A maioria dos imigrantes entrou pelas províncias húngaras de Csongrad e Bacs-Kiskun, junto à fronteira com a Sérvia, e é oriunda de países em conflito como o Afeganistão, Paquistão e Síria.

A polícia húngara, citada pela agência EFE, informou também ter identificado 16 pessoas suspeitas de tráfico de seres humanos ou de falsificação de documentos.