Cerca de 1.700 imigrantes foram impedidos de chegar ao túnel do canal da Mancha, entre a noite de domingo e segunda-feira, perto de Calais, no norte da França, ficando um polícia ferido por uma pedra nesta operação.

Entre estas tentativas, cerca de mil pessoas foram impedidos de entrar na área de acesso ao túnel pelas forças de segurança e outros 700 foram intercetados já no interior desta mesma área, segundo uma fonte policial.

Um membro das forças de ordem foi ferido “no rosto e na cabeça” por uma pedra que estava na zona dos carris, tendo sido transportado para o hospital para ser suturado. O imigrante que arremessou a pedra, um sudanês, foi detido pela polícia no local.

O eurotúnel, que liga a França ao Reino Unido, vem sofrendo tentativas massivas de invasão, há semanas, de imigrantes que querem passam para o lado britânico.

O número de tentativas tinha diminuído durante o fim de semana, para cerca de 400, nomeadamente pela menor circulação de camiões.

A situação é dramática e 10 imigrantes já morreram nestas tentativas desde junho.

Para reforçar a segurança, o ministro do Interior francês, Bernard Cazaneuve, anunciou na quarta-feira um reforço de 120 polícias, em apoio aos 300 que já fazem a segurança no local.