As autoridades indonésias vão reunir-se esta terça-feira  com as famílias dos desaparecidos do acidente com o avião da AirAsia, há mais de dois meses, depois de terem anunciado que vão cessar parte das atividades de busca.

O diretor da Agência Nacional de Busca e Regaste, Bambang Soelistyo, sublinhou que, ainda que seja suspenso o grosso da operação, vai manter-se uma pequena operação de três barcos que continuará a procurar os corpos durante as próximas três semanas.

«Respeito a esperança das famílias, mas experiências anteriores mostram que encontrar 100% dos passageiros é impossível. Empregámos o máximo dos nossos esforços», afirmou Bambang, citado pelo jornal Jakarta Post.

Até agora, foram identificados os restos mortais de 97 dos 103 corpos resgatados, enquanto outras 59 pessoas continuam desaparecidas.

O avião da AirAsia despenhou-se no passado dia 28 de dezembro no mar de Java, cerca de 40 minutos depois de ter partido de Surabaia com destino a Singapura.