O Reino Unido está a construir três novos laboratórios na Serra Leoa para tratar o vírus Ébola na África Ocidental, disse hoje a ministra britânica para a Cooperação Internacional, Justine Greening.

O executivo disponibilizou novos fundos, avaliados em 25,5 milhões de euros, para construir e gerir esses centros, nos quais se vão fazer exames de sangue e recolher amostras do vírus em pessoas infetadas.

O primeiro laboratório foi inaugurado na semana passada em Kerry Town, ao lado de um centro de tratamento do Ébola, financiado pelo Reino Unido, e duplicou a capacidade do país em fazer despistes da doença.