O Conselho de Segurança das Nações Unidas vai reunir-se esta sexta-feira de urgência para analisar a situação humanitária na Síria e a possibilidade de levar a cabo operações de lançamento aéreo de ajuda sobre algumas cidades sitiadas.

O encontro vai ser realizado à porta fechada e contará com a presença do responsável máximo das Nações Unidas para as questões da ajuda humanitária, Stephen O’Brien, assim como do mediador da ONU para a Síria, Staffan de Mistura.

O encontro foi revelado pelo embaixador francês junto das Nações Unidas, François Delattre, cujo país preside este mês ao Conselho de Segurança, e fez a defesa da realização destas operações, “em todas as zonas em necessidade, especialmente em Daraya, Moadamiyeh e Madaya, onde as populações civis, incluindo crianças, correm o risco de morrer à fome”, declarou o diplomata, citado pela agência France Presse.

Delattre pediu hoje à ONU para levar a cabo lançamentos de ajuda humanitária sobre as cidades sírias sitiadas.

“É muito claro que o acesso livre [a estas cidades] não está assegurado. Nestas circunstâncias, a França pede às Nações Unidas, e em particular ao Programa Alimentar Mundial (PAM), que organizem operações de lançamento de ajuda humanitária em todas as zonas em necessidade, especialmente em Daraya, Moadamiyeh e Madaya, onde as populações civis, incluindo crianças, correm o risco de morrer à fome”, disse o diplomata francês.